Archive for março \31\UTC 2009

DUNGA NO ARENA SPORTV!!!

março 31, 2009

O Arena Sportv desta Terça Feira comandado por Cleber Machado foi um dos melhores programas esportivos dos últimos tempos. Não só pelas presenças de Dunga e Jorginho, mas também pela entrevista com Celso Roth, das mais interessantes.

 

É claro que o prato principal foi Dunga, um tanto quanto mal humorado e arredio, mas de peito aberto para responder as perguntas pertinentes da equipe. E tudo foi perguntado, sem alisar o “professor” da Seleção, como, aliás, manda o bom Jornalismo e sempre com muita educação, o que não justifica de sobremaneira algumas respostas atravessadas de Dunga.

 

O mais importante foi a disposição da comissão técnica do Brasil em conversar, debater e discutir assuntos dos mais  importantes relacionados ao interesse do torcedor brasileiro. Só dessa maneira é que a Seleção ficará novamente mais próxima de seu torcedor, se estiver aberta ao diálogo.

 

Dunga reconheceu, finalmente, que o Brasil apresentou um péssimo futebol contra o Equador e além dos  efeitos da altitude não quis externar outros pontos preponderantes para o mau desempenho embora reconheça a existência deles.

 

Sobre o jeito da Seleção jogar futebol, Dunga não falou abertamente sobre o esquema preferido, mas deu a entender que não há sistema inflexível, sempre partindo do suposto que a definição do futebol moderno é a marcação de todos os jogadores sem a posse de bola e a movimentação de todos com a posse dela. Também salientou a importância dos avanços dos laterais. Ou seja, Dunga não descobriu a pólvora. Em tese sabe como fazer, não sei se na prática conseguirá.

 

Sobre jogadores, faz questão de dizer que não há um elenco fechado e que novidades podem pintar até a Copa do Mundo. Disse que tem um time dos sonhos na cabeça,mas que nem sempre é possível escalá-lo, embora, segundo ele já o tenha feito com sucesso.

 

Ficou claro pelas palavras do treinador que Gilberto Silva faz parte desse time, Julio Cesar, Juan, Lucio, Maicon, Kaká e Robinho também. Essa é a base da Seleção na cabeça de Dunga.

 

Ronaldinho Gaúcho será convocado até o limite, segundo o próprio Dunga, pois a comissão técnica acredita que o jogador pode voltar a ser o fora de série de antes e fazer a diferença na Copa do Mundo, a não ser que prove o contrário.

 

Sobre Hernanes e Ramires, jogadores da preferência nacional, parece mesmo que ambos são carta fora do baralho, pois Dunga não fala empolgadamente sobre os dois, embora reconheça que são bons jogadores.

 

Pra mim, Dunga ainda é um mistério. É certo que tenha convicções, mas não sei até que ponto ele sabe o que está fazendo.  Tomara esteja no caminho certo. Pois ninguém é dono da verdade e não há verdades absolutas.

MEUS QUERIDOS AMIGOS!

março 31, 2009

Faça  uma  lista  de  grandes  amigos

Quem  você  mais  via  há  dez  anos  atrás…

Quantos  você  ainda  vê  todo  dia

Quantos  você  já não  encontra  mais…

Faça  uma  lista  dos  sonhos  que  tinha

Quantos  você  desistiu  de  sonhar…

Quantos  amores  jurados  prá  sempre

Quantos  você  conseguiu  preservar…

Onde  você  ainda  se  reconhece

Na  foto  passada  ou  no  espelho  de  agora

Hoje  é  do  jeito  que  achou  que  seria ?

Quantos  amigos  você  jogou  fora…

Quantos  mistérios  que  você  sondava

Quantos  você  conseguiu  entender ?

Quantos  segredos  que  você  guardava

Hoje  são  bobos  ninguém  quer  saber…

Quantas  mentiras  você  condenava

Quantas  você  teve  que  cometer…

Quantos  defeitos  sanados  com  o  tempo

Era  o  melhor  que  havia  em  você…

Quantas  canções  que  você  não  cantava

Hoje  assobia  prá  sobreviver…

Quantas  pessoas  que  você  amava

Hoje  acreditam  que  amam  você. 

Faça  uma  lista  de  grandes  amigos

Quem  você  mais  via  há  dez  anos  atrás…

Quantos  você  ainda  vê  todo  dia

Quantos  você  já não  encontra  mais…

Quantos  segredos  que  você  guardava

Hoje  são  bobos  ninguém  quer  saber…

Quantas  pessoas  que  você  amava

Hoje  acreditam  que  amam  você.

(Oswaldo Montenegro)

VERDADES!

março 31, 2009

“A diferença entre o governo da Inglaterra e o do Brasil é uma questão
de letras trocadas:

Lá o governo é parlamentar

e aqui é pra lamentar.”

 

REFLEXÃO!!!

março 31, 2009

 

‘A vida é curta
quebre regras
perdoe rapidamente
beije demoradamente,
ame verdadeiramente
ria incontrolavelmente
e
nunca deixe de sorrir
por mais estranho que seja o motivo.
A vida pode
  ser a festa que esperávamos
 enquanto estamos aqui, devemos dançar….’

PRESIDENTE ESTRESSADO!

março 31, 2009

Está no blog do Paulinho, e não tenho porque duvidar, pois é muito bem informado, e por isso incomoda muita gente, sobretudo no interior de São Paulo, e gente que torce por um time de Campinas, que Andrés Sanches, presidente do Corinthians pediu licença de um mês do cargo de mandatário do clube, alegando estar estressado.

 

Sabemos que todos têm o direito de ficar estressados e que o stress é uma doença dos tempos modernos, mas imagino que Andrés sabia que não teria moleza quando se candidatou a reeleição no Corinthians. Além do mais é estranho que o presidente saia de cena exatamente num momento decisivo do time no campeonato Paulista, tendo em vista que o clube não tem ninguém na função de diretor de futebol desde que Antônio Carlos foi degolado pelas baladas de Ronaldo.

 

Mario Gobbi exerce apenas um cargo político, como vice presidente de futebol e Andrés havia prometido que assumiria o cargo até que outra solução fosse encontrada.

 

Mano Menezes está sozinho, talvez seja melhor, afinal,  antes só do que mal acompanhado.

LUSA E A ARBITRAGEM.

março 31, 2009

Ouço reclamarem, às vezes de maneira irresponsável, de que a Portuguesa está sendo beneficiada pela arbitragem no Paulistão. É impressionante como a turma da teoria da conspiração nunca desiste.

 

Não acredito em má fé, até que se prove o contrário, como foi o caso revelado por Andre Rizek na reportagem de Veja em 2005, sobre o esquema de manipulação de resultados envolvendo Edilson Pereira da Silva.

 

Acredito sim, em erros e acertos para ambos os lados.

 

É claro, vão se lembrar do gol de mão de Fabrício Carvalho no empate contra o Mirassol no Canindé. Um ponto que pode fazer a diferença a favor da Lusa.

 

Em contra partida o torcedor da Portuguesa deve estar pensando no caso Castrilli em 98, em um dos maiores erros da arbitragem da história do futebol, quando a Lusa literalmente foi “garfada” por um árbitro argentino que deu um pênalti absurdo em prol do Corinthians, o que definiu a semifinal.

 

Erros e acertos sempre vão existir no futebol e por azar, se é que ele existe, a Portuguesa na História sempre foi muito prejudicada nesse quesito arbitragem.

 

Pode ser que agora tenha sido favorecida em um ou outro lance, mas, por favor, não comecemos com as teorias da conspiração que não levam do nada a lugar nenhum.

MAIS DO MESMO!!

março 30, 2009

Cada vez mais fico com menos vontade de escrever sobre a Seleção Brasileira. Por dever de ofício ensaio mal traçadas linhas para dizer que mesmo levando-se em consideração todas as desculpas e ponderações sobre a altitude de 2mil e 800metros e o direito do time de Dunga jogar uma partida ruim, a verdade é que o selecionado canarinho não empolga, com raras exceções.

 

Alguém se lembrará da Copa América e o jogo contra a Argentina, dos amistosos contra Portugal e Itália, e mais nada.

 

Cheguemos a conclusões óbvias: Julio César provou mais uma vez que é um dos melhores goleiros do mundo, se não o melhor. Ronaldinho Gaúcho não pode mais ser convocado, a não ser que prove o contrário.

 

O resto é assunto pra reflexão.

 

Não há verdades definitivas. Tudo é passível de discussão. Tática, técnica, convocação, técnico, tudo depende de ponto de vista.

 

O que me parece mais racional é analisar o time sob o ponto de vista do empenho dos jogadores e menos pelas escolhas do treinador.

 

Por que o Brasil joga bem contra equipes de “grife” como Itália, Argentina e Portugal, e mal contra times menos renomados?

 

A pergunta deve ser feita aos jogadores e não ao técnico.

 

SANTA INCOMPETÊNCIA!!!

março 28, 2009

Eis o regulamento do campeonato paranaense:

 

 “Na segunda fase do campeonato, as oito equipes classificadas se enfrentam em turno único, com mando de campo da equipe que teve melhor classificação geral na fase anterior”.

 

A interpretação do regulamento pelo Atlético-PR foi de que o primeiro colocado faria todos os jogos em casa.

 

Outra leitura que poderia ser feita do texto era a de que os quatro clubes mais bem classificados teriam quatro mandos cada um, contra três mandos para os que ficassem entre o quinto e o oitavo postos.

 

 

É claro que com interpretação dúbia e com vários interesses em jogo que o caso foi parar nos tribunais.

 

Durante a audiência no STJD, a FPF justificou o erro, mas lembrou que os clubes não se manifestaram contrários. Apesar de ter defendido a interpretação que não favorecia o Atlético-PR, a FPF afirma que respeitará a decisão do STJD e que não tem conhecimento de nenhum recurso à decisão.

 

 O regulamento esdrúxulo dá ao Atlético condição de mandante 100% nas finais. Serão sete jogos com mando de campo.

 O Coritiba, segundo classificado, terá um mando de campo a menos, e assim acontecerá sucessivamente até o oitavo classificado, o Paranavaí, que ficará sem mando de campo.

 Além disso, o Atlético entra na segunda fase já com dois pontos, o Coritiba, segundo colocado com 1.

A não ser que os marcianos invadam a Terra, o Atlético Paranaense será o campeão estadual, graças à absoluta incompetência dos dirigentes em fazer um campeonato com o mínimo de justiça.

Está decretada a falência do futebol paranaense.

MAIS FENÔMENO!!!

março 26, 2009

O primeiro gol de Ronaldo no Corinthians, marcado contra o Palmeiras, foi exibido 272 vezes na TV brasileira apenas no dia em que ocorreu, 8 de março. Foram três aparições em tempo real (na Globo, Band e SporTV) e outras 269 reprises.

O gol de Ronaldo foi um fenômeno. Um gol “normal”, como o anotado por Dentinho no último domingo, contra o Santos, teve 145 exibições. A cabeçada de Ronaldo ocupou 28 minutos na TV, o dobro da de Dentinho.
Os dados são da Informídia, empresa que mede o retorno da exposição de marcas na mídia e que tem como clientes TVs, federações e patrocinadores.

A Band foi a emissora que mais reprisou o gol número 1 de Ronaldo no Corinthians. Foram 70 vezes no dia 8, em 7 minutos e 43 segundos. Já o gol de Dentinho teve “só” 26 reprises.

A Globo, que reprisou o gol de Ronaldo até no “Domingão do Faustão”, mostrou o lance 39 vezes em 3 minutos e 47 segundos. Na emissora, o gol de Dentinho teve 24 aparições em 1 minuto e 36 segundos.
Ao todo, a TV aberta exibiu Ronaldo 178 vezes, contra 76 de Dentinho. A TV paga mostrou o gol do Fenômeno 94 vezes, contra 69 de Dentinho.

De acordo com a Informídia, a contratação de Ronaldo aumentou o valor de exposição do Corinthians na TV. Em janeiro, o time ocupou, somente em reportagens, espaço que valeria R$ 77 milhões, 55% a mais do que em janeiro de 2008.

ASSINATURA DO FENÔMENO!

março 26, 2009

 Senhoras e Senhores, o Fenômeno voltou! Antecipou Milton Leite na brilhante narração do primeiro gol de Ronaldo com a camisa do Corinthians no clássico contra o Palmeiras. Na verdade, Milton teve a antevisão do fato, como diria Sérgio Orindi, grande repórter esportivo, hoje na rádio Record.

 

O Fenômeno voltou de verdade ontem no jogo contra a Ponte Preta. E tinha que ser contra a macaquinha.  É impossível contar a história do Corinthians sem citar a centenária Ponte Preta, um time dos mais simpáticos do mundo, em minha modesta opinião.

 

Foi contra a Ponte Preta que o Corinthians quebrou o jejum de 23 anos sem títulos, no histórico gol de Basílio. Foi contra a Macaca de Campinas, lembrarão no futuro os historiadores, que Ronaldo marcou o primeiro gol com a assinatura do Fenômeno, desde que voltou ao futebol com a camisa do Corinthians.

 

Um gol de rara beleza, como tantos que Ronaldo já fez na carreira. Um gol que mostra que Ronaldo pode sim ser o jogador espetacular de sempre.

 

O condicionamento físico ainda não é o ideal, mas já é o suficiente para que ele faça a diferença em campo.

 

A Ponte Preta não alisou, foi guerreira, marcou Ronaldo com absoluto rigor, e às vezes com excesso.

 

Ronaldo apanhou, caiu, e levantou várias vezes, como se repetisse o enredo de toda sua história de vida, e o final do filme Fenômeno todos conhecem: gol Fenomenal.

 

É cedo para tirar quaisquer conclusões. O encanto de ver Ronaldo tão perto da gente, em campos brasileiros faz com que às vezes exageremos no tom das análises.

 

O fato é que é impossível não imaginar que com pelo menos 60% de sua capacidade Ronaldo será aclamado pelo povo por vaga obrigatória na Seleção de Dunga no ano que vem na próxima Copa do Mundo.

 

Antes que me esqueça, o resultado do jogo foi 2×2. O Corinthians jogou mal. Mas, isso diante do gol de Ronaldo é o que menos interessa.