ADEUS DUNGA!!!

Não há absolutamente nada que justifique um empate em 0x0 contra a fraquíssima Bolívia, no Rio de Janeiro, sem a desculpa da altitude, e na maior parte do jogo com um jogador a mais.  

 

Dunga, que não é técnico e nunca foi, sempre tem uma explicação que lhe convém.

 

Agora o argumento é que as eliminatórias da Copa do mundo nunca foram fáceis para o Brasil e cita os exemplos das disputas para as copas de 94 e 2002.

 

Não há nada que absolva o técnico e os jogadores da Seleção Brasileira.  

 

É evidente que mesmo aos trancos e barrancos o Brasil irá se classificar para a copa do mundo.

 

Mas alguém tem confiança que o Brasil irá apresentar um futebol competitivo na copa de 2010, sob o comando de Dunga?

 

Vamos aos fatos:

 

Dunga está há mais de dois anos no comando da Seleção e até agora o que conseguiu?

 

Apenas, e tão somente a conquista de uma copa América, vencendo com brilhantismo a Argentina na final, depois de ter passado de maneira sofrível pela competição.

 

Não quero nem discutir se Dunga é mal humorado, sem educação, implicante, teimoso, etc., etc.

 

Isso não vem ao caso.

 

O que interessa, pelo menos a esse que vos escreve, é a sua competência como treinador, e notadamente ele não possui.

 

Dunga tem história na Seleção.

 

Como jogador foi o símbolo de uma geração fracassada, e depois de uma equipe vitoriosa.

 

É possível que alguém ainda se lembre da imagem do capitão Dunga levantando a taça em 94 nos Estados Unidos.

 

Imagem que será totalmente esquecida se Dunga não abandonar a Seleção imediatamente.

 

Infelizmente a última impressão é a que fica.

 

Nos bastidores, cresce cada vez mais a possibilidade de Vanderlei Luxemburgo, técnico do Palmeiras, assumir a Seleção.

 

J.Hávilla, dono da Tráffic, parceiro financeiro do Palmeiras, tem muita amizade com Luxemburgo e total influência em quem comanda o futebol brasileiro.

 

Há, portanto, total interesse para que Luxemburgo volte a Seleção Brasileira e já existe um acordo costurado para que o técnico concilie a função no Palmeiras pelo menos até o fim do campeonato Brasileiro, para depois de dedicar exclusivamente ao Brasil.

 

É o que deve acontecer.

 

Dunga deveria saber disso.

 

 Se não sabe, o coro da arquibancada, que insinua a sua  falta de inteligência do  faz jus ao pseudo treinador.

 

Uma resposta to “ADEUS DUNGA!!!”

  1. Bruno Costa Says:

    Caro Cereto,

    Acompanho inúmeros blogs de futebol.
    Vez ou outra passo no teu…
    Duas coisas me chamaram a atenção esse ano:
    A convicção sobre a fraglidade do Grêmio e sobre a inépcia do Dunga.
    Ora…
    Aqui em Porto Alegre, ninguém achou que o Dunga era o homem certo para a seleção. Mas disso às vaias no RJ, vai grande distância.
    Se fosse no Maracanã, o 1 x 0 de Portugal teria acabado com Dunga e o jogo.
    A verdade é que a torcida brasileira não é patriota no que tange a seleção. Eles são como consumidores furiosos, à espera de um espetáculo prometido por pessoas que gostam de Armando Nogueira e Nelson Rodrigues.
    Com todo o respeito: futebol é um esporte, e como tal, deveria ser comentado baseado em fatos e estatísticas também, não apenas no eterno romance de “futebol arte” que vivemos. Que é inclusive tendencioso.
    Gilberto Silva era a solução para o “perna-de-pau” Emerson em 2006 – quando na verdade a seleção que goleou a argentina tinha o Emerson, não tinha era os laterais velhos e o centro-avante gordo. Hoje, ele é o vilão…
    Dunga não é o problema. O problema é que o meio campo diamante com Elano e Anderson não durará… Por que a mídia quer 4-4-2 com 2 ou 3 armadores. De preferência colocar ramires ou hernanes no lugar de Anderson. Sinceramente, um absurdo.
    Além disso Robinho tem lugar cativo, de forma que caso Ronaldinho volte a jogar, ele terá que ser acomodado no time…
    E depois querem espetáculo numa seleção que não privilegia a mecânica de jogo.
    Por fim, não acho o time do Grêmio fraco tecnicamente. E o time foi 3º, 6º e esse ano será campeão ou vice. Nada estranho.
    Deverias prestar a atenção em Rafael carioca, Mattione, Douglas, Thiego…
    A categoria de base do Grêmio produz excelentes jogadores. Só não vê quem não quer. Principalmente: forma atletas com conduta profissional, o que é algo raro no Brasil, e faz toda a diferença num campeonato longo que premia a regularidade.
    Em suma, julgo que teus comentários sobre Dunga e Grêmio acabam o ano soterrados pelos fatos. Podes provar ser um bom jornalista estando aberto a questionar tais posições.
    Ou podes continuar promovendo essa forma cansativa e egocêntrica de ver futebol em SP-RJ.
    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: